ocileia

A população de Raposa se manifestou de maneira negativa à divulgação do resultado da pesquisa Escutec divulgada, na quinta-feira (30), pelo grupo Laci, apresentando sondagem eleitoral realizada em cima de trezentos entrevistados.

A pesquisa, recheada de dados contraditórios, dizem os internautas raposenses, despertou a atenção dos eleitores, que questionaram, no facebook e nos grupos de whatsapp, dados divergentes.

A pesquisa Escutec diz que Talita Laci apresenta a segunda maior rejeição no município (23%), mas, estranhamente, na mesma pesquisa, Talita aparece com nove pontos na frente de Ocileia. A pergunta que o blog faz é: Como uma candidata com altíssimo índice de rejeição pode aparecer com 9 pontos a frente de Ocileia, que tem a menor rejeição em Raposa? Perguntar na ofende!

Aliados de Talita Laci afirmam que a comunista venceria a eleição, mesmo no caso da união de Ocileia, com Eudes Barros, que está em terceiro lugar. No entanto, qualquer um que saiba somar, descobre que, segundo a própria pesquisa Escutec, Ocileia e Eudes Barros, juntos, somam mais de 46% das intenções de votos, contra os 34% de Talita Laci. 46% é, certamente, bem mais que os supostos 34% de Talita.

AVALIANDO A PESQUISA

Mesmo sabendo que a população discorda totalmente dos números apresentados pela pesquisa Escutec, vamos fazer algumas considerações.

A tal pesquisa, mesmo com resultados duvidosos, mostra que a pré-candidata do PRB, Ocileia Fernandes, está cheia de motivos para comemorar e, desde já, caminha para ser a próxima prefeita da Raposa.

A pesquisa, que foi protocolada no Tribunal Superior Eleitoral com o número 01837/2016, apresenta margem de erro de 5 pontos percentuais para mais ou para menos.

Essa margem de erro mostra que a diferença real da suposta primeira colocada (Talita), para a suposta segunda colocada (Ocileia), pode ser tecnicamente bem menor do que se divulga na internet. Isso mostra, de cara, que mesmo discordando dos números, ainda assim, Ocileia pode comemorar.

OCILEIA TEM A A MENOR REJEIÇÃO

Outro aspecto extremamente animador para Ocileia, é o fato ter aparecido com o menor índice de rejeição. A rejeição de Ocileia é de apenas 13,3%, contra as robustas rejeições de Eudes Barros (29%) e Talita Laci (23,7%).

Quem tem a menor rejeição, naturalmente, está apto a crescer com maior facilidade, no decorrer da campanha, conquistando os votos dos indecisos, que somam 40,3%, na espontânea, segundo a própria pesquisa Escutec.

O QUE É REJEIÇÃO?

As pesquisas eleitorais revelam corriqueiramente a rejeição dos candidatos. A tese simplória é: quanto mais um candidato é rejeitado, menor são as suas chances de vencer a eleição.

Geralmente, os institutos de pesquisas questionam o eleitor se ele votaria com certeza ou de maneira nenhuma em dado candidato. Se a resposta for, por exemplo, um percentual consideravelmente alto de pessoas que não votam no candidato X, políticos e publicitários afirmam logo que ele não tem chances de vencer a disputa eleitoral.

A união Ocileia e Eudes decide a eleição de imediato

Outro aspecto ficou muito evidente com a divulgação da pesquisa Escutec, foi a derrota de Talita Laci, de imediato, caso ocorra a união de Ocileia (PRB), como terceiro colocado, Eudes Barros (PR).

A Escutec diz que Ocileia pontua com 25,7% e o terceiro colocado é Eudes Barros com 21,7%. Somando os percentuais de Ocileia com os de Eudes Barros, obtemos um cenário com mais de 46% das intenções de votos, contra os 34% de Talita Laci. Ou seja: a eleição da Raposa pode ser ganha por Ocileia, ainda na pré-campanha, se receber a adesão de Eudes Barros.

0 comments so far,add yours