Investimentos foram anunciados ontem 2. Governador tentou “faturar” com os anúncios.

TemerInvestidores da CBSteel oficializaram em Xangai, nessa quinta-feira 1º, durante a visita do presidente Michel Temer (PMDB) à China, aporte de US$ 3 bilhões (R$ 9,75 bilhões) para uma siderurgia no Maranhão. No mesmo evento, que reuniu cerca de 100 empresários brasileiros e 250 chineses, a China Communications Construction Company (CCCC) informou um aporte de US$ 460 milhões (R$ 1,5 bilhão) para um terminal multicargas em São Luís. A informação é do jornal O Estado de S. Paulo.

De acordo com a publicação, a Hunan Dakang disse também que investirá US$ 1 bilhão (R$ 3,25 bilhões) em agricultura no Brasil. E a Embraer fechou a venda de pelo menos quatro aviões para dois grupos chineses. Ao todo, a China investirá cerca de R$ 15 bilhões no país.

“Agora, o Brasil sabe onde quer chegar”, disse o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, no evento com os empresários. Ele afirmou que o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff “restabeleceu a estabilidade política” no país. Mas reconheceu que o Brasil continua mergulhado em uma grave crise financeira, que restringe sua capacidade de investimentos em infraestrutura. Esse cenário, ressaltou, cria oportunidades para empresas estrangeiras em busca de projetos de longo prazo.

Na última terça-feira 30, o blog do Gilberto Léda revelou que o governador Flávio Dino (PCdoB) havia tentado uma “vaguinha” na comitiva do presidente Michel Temer que iria para a China.

O presidente Michel Temer, contudo, não cedeu espaço ao comunista, que provavelmente iria tentar “faturar” com o anúncio feito pelos chineses.

 

0 comments so far,add yours