Preso hoje (14) como “único suspeito” do assassinato da jovem Mariana Costa (saiba mais), o empresário Lucas Porto, cunhado da vítima, ainda foi ao Hospital São Domingos, consolar a família.
Segundo relatos da polícia, após a descoberta do corpo de Mariana sobre a cama, ela ainda foi levada ao hospital porque acreditava-se que ela poderia estar viva.
Para o local dirigiram-se alguns familiares. A primeira a entrar na “grande sala” de emergência da unidade foi a irmã, Carolina Costa – com quem Lucas Porto é casado.
Muito abalada, ela foi, pouco tempo depois, consolada pelo marido, horas antes de ele ser preso em flagrante sob forte suspeita de ser o assassino.
Ainda no hospital, ele esteve, também, com o marido da vítima, Marcos Renato – àquela altura apontado por alguns como possível suspeito.
Quem presenciou as cenas, diz que Lucas Porto foi ao local com camisa de mangas compridas. Provavelmente para encobrir as marcas de arranhões que a polícia diz ter encontrado nos braços dele.
Culto
Lucas Porto também esteve com Mariana Costa nos seus últimos momentos em vida fazendo uma das coisas que ela mais gostava: congregar na Igreja Batista do Olho d’Água.
Também frequentador da IBOA, Porto esteve com a vítima e as filhas dos dois, além da mãe dela, comemorando os 6 anos da igreja. Ele até postou uma foto do momento no Instagram, com emojis de família e de prece. Do blog do 
porto

0 comments so far,add yours