Governador Flávio Dino destacou a expansão do sistema de saúde pública a partir do uso racional dos recursos. (Foto: Handson Chagas/Secap)
Presidentes e coordenadores de conselhos e órgãos que estão participando do 7º Encontro Nacional das Comissões Intersetoriais de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora (CISTTs) estiveram reunidos com o governador Flávio Dino, nessa sexta-feira (18), no Palácio dos Leões, em São Luís. Os principais temas abordados durante o diálogo foram o financiamento da saúde pública brasileira e o aumento dos investimentos na área. O governador Flávio Dino disse que o Maranhão está na contramão da crise nacional com uma agenda de ampliação dos serviços públicos.
Governador Flávio Dino destacou a expansão do sistema de saúde pública a partir do uso racional dos recursos. (Foto: Handson Chagas/Secap)
Governador Flávio Dino destacou a expansão do sistema de saúde pública a partir do uso racional dos recursos. (Foto: Handson Chagas/Secap)
O governador também destacou a expansão do sistema de saúde pública e a destinação de mais recursos para o fortalecimento do setor. “Nós conseguimos expandir todos os serviços, sem exceção, em todas as áreas de Governo, todas as políticas públicas que nós recebemos conseguimos ampliar. Fizemos isso cortando despesa naquilo que deve ser cortado e aplicando o recurso disponível com foco, determinação e senso de prioridade”, explicou Flávio Dino.
O presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS), Ronald Santos, agradeceu a disponibilidade do governador em discutir assuntos de interesse do fortalecimento da saúde pública e destacou o amplo diálogo amplo para garantia do financiamento e crescimento dos investimentos para a área.
Reunião foi realizada no Palácio dos Leões com coordenadores de conselhos e órgãos das Comissões Intersetoriais de Saúde dos Trabalhadores. (Foto: Handson Chagas/Secap)
Reunião foi realizada no Palácio dos Leões com coordenadores de conselhos e órgãos das Comissões Intersetoriais de Saúde dos Trabalhadores. (Foto: Handson Chagas/Secap)
“A agenda da saúde da mulher e da proteção social, presente nessas conferências, permite a construção de diálogos de forma mais ampla. Na democracia, a única coisa que não podemos perder é a nossa conexão, sobretudo no momento que vivemos, de violações aos direitos conquistados no nosso contrato social que é a Constituição”, afirmou o presidente do CNS, ao destacar ser essa conexão fundamental para o combate a medidas e propostas nocivas ao direito à saúde.
O 7º Encontro Nacional das Comissões Intersetoriais de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora, realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), e do Conselho Nacional de Saúde (CNS) foi iniciado na última quarta-feira (16), no auditório Paulo Freire, na Universidade Federal do Maranhão (UFMA), no Campus do Bacanga. O evento tem como objetivo discutir temas importantes para nortear as próximas conferências nacionais sobre Saúde das Mulheres e Vigilância em Saúde.
Também participaram da reunião desta sexta-feira o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, representantes do Conselho Nacional de Saúde (CNS), da Federação Nacional dos Assistentes Sociais (Fenas), da Comissões Intersetoriais de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora (CISTTs), do Sindicato dos Farmacêuticos do Maranhão, da Federação Nacional dos Farmacêuticos, da Sociedade Brasileira de Autismo, do Conselho Federal de Psicologia, da Associação Brasileira da Rede Unida, da Associação Brasileira de Enfermagem, do Movimento Nacional da População de Rua e da Articulação Nacional de Luta Contra Aids.

0 comments so far,add yours