Roberto não conseguiu superar Zé Vieira, que tem votação pendente
Resultado da eleição está sub judice, o que impede a Justiça Eleitoral de diplomar o vencedor; como o mandato do atual prefeito termina em 31 de dezembro, o município corre o risco de ficar sem prefeito.
A Justiça Eleitoral tem até o dia 20 de dezembro para diplomar os prefeitos eleitos no Maranhão.
Mas ainda não há qualquer definição em relação ao pleito em Bacabal, o que pode atrasar o cronograma do Tribunal Regional Eleitoral maranhense.
No município, o mais votado foi o ex-prefeito Zé Vieira (PR), que obteve 20.157 votos.
Ocorre que o candidato do PR não teve os votos contabilizados por que sua candidatura está sub judice.
Se o TRE confirmar a inelegibilidade de Zé Vieira, terá que fazer nova eleição em Bacabal, entre o deputado estadual Roberto Costa (PMDB) e um candidato do grupo do ex-prefeito.
Mas, enquanto isso não ocorrer, Bacabal corre risco de ficar acéfala, sem comando…

0 comments so far,add yours