O vice-presidente da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), foi elogiado por parlamentares, por sua postura durante a invasão do plenário da Casa por manifestantes que pediam a volta da ditadura militar, na quarta-feira (16).
Maranhão não se ausentou e nem se levantou da cadeira de presidente durante o ato de vandalismo. O deputado Darcisio Perondi do PMDB do Rio Grande do Sul ressaltou a forma que Waldir Maranhão conduziu o plenário durante a invasão. “quero me se solidarizar com vossa excelência e parabenizar a condução do momento de extrema gravidade, pela serenidade e tranquilidade que manteve”, disse Perondi.
O deputado Benito Gama do PTB da Bahia prestou solidariedade a Waldir Maranhão e elogiou a serenidade do vice-presidente da Casa. Já o deputado Chico Lopes do PCdoB do Ceará parabenizou Waldir maranhão. “Senhor Presidente, primeiro parabenizo vossa excelência. pelo espírito democrático, pela maneira com que V.Exa. se comportou. Não se intimidou de maneira nenhuma na defesa intransigente do Parlamento mais importante da Nação”, disse Benito Gama.
Já o deputado Carlos Henrique Gaguim afirmou que a postura de Waldir tranquilizou toda a Casa, em momento crítico “Senhor Presidente, gostaria de parabenizar V.Exa. por ter se pautado, como Presidente, com muita calma no episódio da tarde de hoje, dando tranquilidade a nós Parlamentares que estávamos aqui naquela hora. Gostaria que ficasse registrada a posição de V.Exa. como Vice-Presidente que estava ocupando a Presidência deste Poder, aqui, nesta tarde. Parabéns!”, disse o deputado tocantinense.
O deputado Mauro Pereira do PMDB RS, que estava no plenário no momento da invasão, disse foi um ato irresponsável, inconsequente, “mas temos que parabenizar vossa excelência, o Presidente e a nossa Polícia Legislativa”, parabenizou o deputado gaúcho.
O plenário da Câmara dos Deputados foi invadido por manifestantes no momento em que os deputados discursavam à espera de quórum para o início da Ordem do Dia da sessão extraordinária.
O 1º vice-presidente da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), suspendeu os trabalhos e pediu à polícia legislativa que ajudasse na remoção dos manifestantes.
houve grande tumulto e conflito com os policiais legislativos.

0 comments so far,add yours